Life coachingMotivaçãoO que é a Hipnoterapia?

Nuno Oliveira hipnoterapia

O que é a Hipnoterapia?

Hipnose clínica ou hipnoterapia, reconhecida pela OMS.

A Hipnoterapia ou Hipnose Clínica utiliza a Hipnose como meio, num processo de psicoterapia ou tratamento de diversos problemas mentais ou físicos. Tecnicamente a Hipnoterapia conduz o indivíduo à alteração da perceção da sua realidade individual através de uma comunicação verbal ou não verbal.

Já Hipnotizados

Vamos então traduzir isto: A chamada “Hipnose” acontece-nos todos os dias e a qualquer hora, é muito provável que neste momento, você que está a ler este artigo esteja já hipnotizado, não se assuste, a hipnose é um processo recorrente e muito natural no ser humano. Lembra-se daquele dia em que começou a conduzir o seu carro, com o destino de ir ao supermercado, e começar a guiar em direção ao seu local de  trabalho? Exato, você estava hipnotizado no processo de conduzir para o seu local de trabalho, e mesmo falando em condução, quantas vezes você chegou ao seu destino sem se lembrar sequer do caminho que executou? Quantos stops? Quantos sinais vermelhos? será que os ultrapassou? Exato você estava mais uma vez interiorizado no seu processo mental, ou seja, hipnotizado.

É isto o que acontece num processo de psicoterapia com hipnose ou Hipnoterapia, o terapeuta guia a pessoa ou o consulente, num processo de relaxamento físico e mental, com o objetivo do tratamento ou alteração de determinados estados, fobias, alívio de dor etc. e também para potencializar outro tipo de estados como: alta performance nos estudos ou até alta performance desportiva.

Foco

Foco, é a palavra mágica. Você lembra-se daquele atleta x, quando ganhou aquela medalha olímpica y, reveja as imagens, todo ele era foco, foco nos seus objetivos, imagine este foco com vista à resolução do seu problema, é aqui que entra o Hipnoterapeuta. O hipnoterapeuta utiliza a hipnose conjugada com outro tipo de psicoterapias como a psicologia, a psicanálise ou até o coaching, guiando-o no seu processo mental interior, com o objetivo de potencializar e melhorar resultados.

Basicamente você possui um supercomputador e uma supermáquina dentro de si capaz de resolver os mais sofisticados problemas. como depressão, fobias, ataques de pânico, e depois disso você quererá ainda tornar- se superior a si mesmo como: tornar-se mais assertivo, melhorar as suas relações, tornar-se um superatleta ou um superestudante, a questão aqui é que nunca nos ensinaram a trabalhar com esta supermáquina, e mais, o ser humano ainda desconhece todo o seu potencial.

Vários tipos de Hipnose 

Você já deve ter algum conceito sobre hipnose, até já deve ter visto outros tipos de hipnose na televisão, nomeadamente a hipnose de palco. Este tipo de hipnose é mais “diretivo”, ou seja, só acontece se a pessoa ou o indivíduo que está a ser hipnotizado estiver muitíssimo comprometido e envolvente no processo. Caso contrário, se não quiser, nunca será hipnotizado. Muitas afirmações do tipo “já me tentaram hipnotizar e não conseguiram” surgem a partir disso, claro, você só é hipnotizado se quiser, com isto desmistificamos muitas questões.

Passamos para a hipnose conversacional e a hipnose Ericksoniana. Milton Erickson foi um psiquiatra norte americano que estudou várias questões sobre a psique humana. Criou o seu próprio “estilo” de hipnose, muito mais centrado para a pessoa, ao seu tratamento e à resolução dos seus problemas. Milton afirmava que qualquer pessoa era capaz de ser hipnotizada desde que conseguisse comunicar.

Existe ainda a auto- hipnose. Imagine um ser altamente altamente treinado em meditação, com alguns conceitos de como a mente humana funciona, facilmente entra num estado de auto hipnose. Indo mais além: se a pessoa que é hipnotizada, só o é, porque se deixa ser hipnotizada, então todos os processos de hipnose são processos de auto hipnose. 

A Hipnoterapia é segura?

Como foi referido acima a pessoa apenas é hipnotizada se assim o permitir e o quiser. A hipnose é um processo mental em que a pessoa é guiada pelo Hipnoterapeuta a encontrar respostas dentro de si. Contudo, a pessoa tem sempre o controlo dela própria durante todo o processo. A pessoa nunca pode ser sugestionada a fazer ou dizer algo que seja contra a sua vontade e contra os seus princípios morais. Para um processo mais eficaz de tratamento, é mesmo necessário que a pessoa esteja em auto controlo e em estado de vigília durante todo o processo. A pessoa nunca se irá esquecer de nada, relembrar-se-á de tudo, apenas dará um outro significado à história. Lembra-se da “alteração da perceção da realidade individual através de uma comunicação verbal? – é exatamente isso.

Have a question?

    Subscreva com o seu email e adquira novas dicas, informação sobre novos cursos e descontos em terapias.