Life coachingAutocontrolo – a chave para o sucesso

Nuno Oliveira hipnoterapia

Autocontrolo – a chave para o sucesso

12 Estratégias que as pessoas de sucesso usam para manter a sua Força de Vontade e Autocontrolo

Uma equipa de trabalho mais produtiva normalmente é formada por pessoas com mais autocontrolo.
Uma equipa de trabalho com autocontrolo, melhora os resultados de uma empresa.

A noite vai longa e todos festejam, prontos para mais uma contagem decrescente e um novo ano que se avizinha. Alguns definem novas metas para um ano melhor e uma vida mais saudável:

  • Emagrecer aqueles kilos
  • Fazer mais desporto
  • Dar mais atenção ao conjugue
  • Passar mais momentos em família
  • Ligar aquela pessoa que já não se vê há muito tempo
  • Melhorar o local de trabalho
  • Deixar de fumar

E a lista vai longa. O novo ano começa e em janeiro arranca-se com a máxima vontade, até se consegue iniciar alguns itens na lista. No fim de janeiro a falta de tempo e as dificuldades começam a apropriar-se da lista. Fevereiro começa, e…, qual lista?

A Explicação lógica

Existe uma explicação muito simples e científica para isto. Segundo o psicólogo Roy F. Baumeister, isto chama-se Esgotamento do Ego (Ego Depletion), referencia a Freud e à sua teoria da estrutura da mente. É o fenómeno da diminuição da força de vontade, e identificou que este estado acontece como resultado de nos autocontrolarmos/resistirmos a algo, inclusive quando tomamos constantemente decisões.

Ou seja, a nossa força de vontade é um recurso limitado. Como é um recurso limitado, quanto mais usamos a força de vontade, fica mais difícil ter força de vontade na tarefa seguinte, o que se reflete em piores resultados. Será por isso que quando estamos mais stressados, pois em dias em que temos que tomar mais decisões, acabamos por comer pior, e assim sendo fazemos menos desporto ou somos mais rudes e impacientes com os outros? A resposta é sim.

Quando acaba a nossa Força de Vontade

Então resumindo, como é que gastamos a nossa força de vontade?

  1. A força de vontade tem diretamente a ver com o nosso autocontrolo. Portanto quando resistimos a fazer, dizer, pensar, sentir uma coisa é a força de vontade que nos mantém no caminho, gastando-se. Em suma, estudos mostram que uma pessoa normal passa em média 4 horas por dia, a resistir a desejos.
  2. Quando tomamos decisões, desde as mais simples às mais difíceis, gastamos força de vontade, no limite este fenómeno chama-se fadiga da decisão (decision fatigue).
  3. Fisiologicamente foi também identificado que o que diminui quando falamos de Esgotamento do Ego é o nível de glicose, principal fonte de energia dos processos cerebrais (por exemplo pessoas estão menos dispostas a tomar decisões ativas e preferem escolhas passivas antes do almoço)

“A diferença entre uma pessoa de sucesso e os outros não é a falta de força, nem a falta de conhecimento, mas sim a falta de força de vontade”


Vince Lombardi

Tem vindo a ser observado cientificamente que pessoas com maiores níveis de felicidade, saúde, sucesso e emocionalmente mais estáveis demonstram ter níveis mais elevados de força de vontade. Ou seja, a força de vontade entra em ação quando queremos resistir ao desejo de fazer algo que nos afasta dos nossos objetivos ou que não esteja alinhado com os nossos valores.

A boa noticia aqui é que a força de vontade é como se fosse uma pilha em que a descarregamos, contudo também a podemos carregar e até melhorar o seu potencial e existem boas estratégias para fazermos isso.

“O autocontrolo é mais indispensável do que a pólvora”


Henry Morton Stanley

Para conservar a força de vontade podemos diminuir as fontes desnecessárias de tentação, decisão e distração que consomem este recurso, portanto conservando-o para as coisas importantes.

As 12 estratégias que as pessoas de sucesso usam para manter a sua Força de Vontade

Está cientificamente estudado que as pessoas com mais autocontrolo conseguem mais facilmente chegar aos seus objetivos e ao seu sucesso.
Um homem ou mulher com autocontrolo, chega aonde quer.

Automatização de decisões e remoção de fontes de tentação, fazer uma gestão dos níveis de força de vontade e viver uma vida saudável e por fim, com autocontrolo.

  1. Temos de ser inteligentes e colocar o nosso autocontrolo e decisões em piloto automático sempre que possível. Por exemplo, se não houver doces em casa não é preciso resistir aos mesmos deixando de os comprar
  2. Se usarmos um programa que bloqueie o acesso à net durante algum tempo não temos que gastar a nossa energia a resistir à doce procrastinação.
  3. Podemos criar Intenções de implementação (Implementation Intentions), ou seja, o mesmo que dizer programar o nosso autocontrolo, utilizando rotinas muito específicas para detalhar os objetivos. Estas intenções têm a forma de “Assim que a situação X acontecer, eu vou fazer Y”. Por exemplo “Se é 2ª. 4ª ou 6ª às 9h eu vou correr”, “Se fulano gritar comigo, eu vou respirar fundo 3 vezes”. Tem vindo a ser observado que aqueles que definem este tipo de intenções específicas, têm mais sucesso em alcançar os seus objetivos. Talvez porque não tenham que esgotar os seus recursos a tomar decisões do que fazer porque estas já foram tomadas no passado.
  4. Trabalhar apenas um objetivo de cada vez, específico e claro.
  5. Escolha bem as suas batalhas e tenha conhecimento dos seus limites
  6. Encarar as coisas mais difíceis e/ou importantes logo no início do dia (tarefas mais importantes o mais cedo possível. Por ex. praticar exercício pela manhã, para não correr o risco de no fim do dia, o depósito da força de vontade estar esgotado.
  7. Rir e promover emoções positivas.
  8. Ter o sono regulado, fazer pausas necessárias, manter-se fresco.
  9. Tomar banhos de sol.
  10. Manter o espaço que o rodeia arrumado e limpo (existe uma relação entre a desordem externa (poluição visual e mental) e a força de vontade).
  11. Tenha um sistema de auto recompensa, ou seja, quando fazemos algo que é difícil, e nos auto recompensamos, o nosso cérebro encara-o como algo bom, e mais tarde será mais fácil reforçarmos essa tarefa. É claro que se quer deixar de fumar, não se vai recompensar com um cigarro. 😀
  12. Garantir que o seu cérebro tem os níveis necessários de glicose nos momentos mais desafiantes, comendo por exemplo uma peça de fruta e alimentando-se corretamente.

“Tu não és tu quando tens fome”


Slogan da Snickers

Próximas metas – Talvez trabalhar primeiro o Autocontrolo

Talvez esta seja a sua nova meta para o ano que vem. Treinar e aumentar a sua força de vontade antes de se submeter a outros desafios.

“A força de vontade é um recurso limitado, quando se esgota as consequências podem ser desastrosas (basta entrar num casino para o comprovar)”


John Tierney

Have a question?

    Subscreva com o seu email e adquira novas dicas, informação sobre novos cursos e descontos em terapias.